Ayra Consultoria

Diagrama de Pareto: como fazer?

O que é um Diagrama de Pareto?

O Diagrama de Pareto nada mais é do que uma ferramenta para fazer uma gestão qualitativa dentro de uma empresa.

Para a sua aplicação existem diversas maneiras que, entre as mais comuns estão a administrativa e a na produção. Porém, independentemente da maneira de aplicação, o Diagrama de Pareto sugere uma regra de 80/20, ou seja, 20% dos esforços geram 80% dos resultados.

Enquanto gráfico, pode-se utilizar da ferramenta de modo a elencar os principais produtos que trazem mais receita à empresa, e que demandariam menos esforço por concentrar as energias neles em vez de tantos outros.

Como exemplo nos mercados, é possível dizer, por exemplo, que 80% do faturamento venha de apenas 20% dos clientes.

Para mais, não só essa observação de receita é possível, pois, como já exposto, é possível aplicá-lo de diversas maneiras. O Diagrama de Pareto também representa uma ferramenta que possibilita a visualização da frequência de repetição de erros dentro de uma produção, relacionando-os com as causas primárias.

Segundo Vilfredo Pareto, autor do método, não é raro que 80% dos problemas sejam derivados de 20% das causas raízes. Dessa maneira, dois dos objetivos principais da técnica são: concentrar mais esforço no que dá mais resultado e diminuir falhas constatadas na produção, de modo a identificar suas grandes motivações.

Quais os objetivos da criação de um Diagrama de Pareto?

De forma a sintetizar as exposições da última sessão, vamos confirmar os objetivos do Diagrama de Pareto antes de aprender como criar um. Primeiramente, é preciso que fique bastante cristalino na mente dos gestores os motivos de sua utilização para, depois, começar a usar a ferramenta.

Criando uma coordenação para a identificação de problemas e suas raízes, podemos entender as relações de causa e consequência, priorizando dentro do plano estratégico. Aliás, se você não sabe ainda os benefícios de um plano estratégico, confira aqui.

De forma a possibilitar o gestor a visualizar ou os problemas ou as maiores receitas, registramos as informações em ordem decrescente, em um histograma. De forma sucinta, a ferramenta do Diagrama de Pareto fornece uma análise para a qual o gestor identifique onde alocar os maiores esforços e recursos, pois sabemos que tempo e dinheiro são coisas valiosas.

Vantagens do Diagrama de Pareto

Você pode ter entendido até agora os objetivos e o que é um Diagrama de Pareto, mas agora eu vou te falar com mais clareza as vantagens da ferramenta!

Uma vez que a visualização de quais atividades receberam mais enfoque dentro da empresa, é possível dizer que ele traz uma confiança maior ao empreendedor na hora de tomar decisões. Além disso, como já exposto, é possível ter uma alocação mais eficiente de recursos tanto humanos, físicos e materiais. Isso sempre com o objetivo de gerar mais valor para o cliente final!

Dessa maneira, estratégias traçadas, com seus respectivos planos de ação, tornam-se muito mais eficientes para o negócio, aproximando-se mais ainda do sucesso que você tanto espera e trabalha para conseguir!

Diagrama de Pareto: como fazer?

Etapa 1: Defina o objetivo da análise

Como já dissemos aqui, a ferramenta é só um meio para se chegar a um fim. Dessa maneira, sua utilização sem um propósito, não servirá de muita coisa.

Etapa 2: Reúna os dados necessários

É de imprescindível importância a coleta de dados, pois, sem eles, não será possível construir o Diagrama de Pareto. Procure em formulários, planilhas, folhas de verificação, entre outras ferramentas para obter dados. Aqui é importante considerar questões a serem respondidas, informações para registrar, definições operacionais em geral, duração e local para a coleta de dados.

Para uma classificação, defina o tipo de problema, departamento, local, tamanho, tempo e afins, de forma a começar uma organização, o que nos leva à etapa 3.

Etapa 3: Organização de dados

Uma vez reunidas todas as informações para a análise no Diagrama de Pareto, monte uma tabela em sua ferramenta de gestão preferida, podendo ser o Excel ou o Google Planilhas.

Etapa 4: Construa barras de frequência, estilo histograma, a partir da base de dados montada

Se estiver no Excel, é possível estruturar um gráfico de barras a partir da tabela feita. Aqui, organize as colunas da maior para a menor e, assim, poderá começar a identificar as maiores ocorrências nos dados, sendo tanto as maiores receitas, quanto os maiores problemas listados.

Etapa 5: Construção de um gráfico de linhas com as porcentagens de cada classificação

Para esta etapa de construção do Diagrama de Pareto, será necessário o cálculo da porcentagem de frequência de cada tipo de produto e sua receita ou de cada problema, relativamente ao número total de receita ou de defeitos, respectivamente. Dados as contas, você terá o gráfico de linha, bastando só ajustar para uma exibição de 0 à 100%.

Etapa 6: Analise os dados!

Finalizado o diagrama, você será capaz de inferir, quase que imediatamente, se algum tipo de problema ou de produto se destaca dos demais. Verifique, nesse momento, se é prevalecido algo na margem de 80/20, ou seja, 80% dos resultados provenientes de 20% das causas.

Exemplos do Diagrama de Pareto

Um e-commerce está passando por um problema em que recebe muitas devoluções e reclamações. Dado esse cenário, e aplicando o Diagrama de Pareto, é possível perceber que a maioria dos problemas tem como causa nos momentos de separação de roupas, no atraso na entrega, pedidos errados, preços errados e roupas com defeitos. A empresa, percebendo os erros, é possível tanto priorizá-los quanto repará-los.

Como segundo exemplo, podemos citar uma outra loja que vende dez tipos de produtos. Aqui, aplicando o Diagrama de Pareto, nota-se que dois dos produtos comercializados dão o resultado de 80% da receita gerada para o empreendimento. Assim, é possível para o gestor priorizar esses produtos, dedicando tempo e dinheiro, do que se preocupar com estoque, compra e tantas vendas dos outros 8 produtos que não trazem tantos resultados assim para ele.

Conclusão

O princípio que dá origem ao Diagrama de Pareto infere que 80% dos resultados, sejam eles problemas ou receita, são derivados de 20% das causas. Atualmente ele pode e é aplicado em diversas áreas do conhecimento, seja a saúde, a gestão financeira, o marketing e até na computação.

De forma prática, a ferramenta permite uma análise rápida e visual dos desafios de um negócio, garantindo ao empreendedor que ele solucione, objetivamente, diversos entraves que bloqueiam o sucesso.

Seguindo o passo a passo descrito acima, é possível construir um Diagrama de Pareto e estar mais próximo do seu objetivo!

Para mais dicas de gestão, marketing, processos e atualidades, entre em nosso canal do Telegram clicando aqui. Nele você receberá artigos, dicas e muito mais para que consiga implementar pouco a pouco na sua realidade!

Se interessou pelo nosso trabalho? Solicite uma reunião de diagnóstico 100% gratuita e online!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *