Ayra Consultoria

Metodologia 5S: Entenda o que é e como pode aumentar a produtividade do seu negócio!

Aumentar a produtividade é algo que todo empresário almeja – inclusive o brasileiro. Devido à crise econômica da última década, os investimentos foram freados e, desde então, a seguinte questão tornou-se mais recorrente: como produzir mais a partir de um investimento de baixo custo (ou seja, com menos dinheiro)? A resposta para essa questão pode estar não no presente, mas no passado. Através da Metodologia 5S.

O Surgimento no Japão

Após o fim da Segunda Guerra Mundial, o Japão possuía um território devastado pelos bombardeios americanos, e a capacidade produtiva de sua indústria foi reduzida drasticamente. Somado a isso, os produtos europeus e americanos eram bastante competitivos no mercado internacional, o que dificultava a recuperação da economia do país. O cenário era favorável a um período de depressão. Entretanto, o que se viu nas décadas seguintes foi um milagre econômico, que levou o Japão a se juntar ao grupo das maiores economias do mundo.

A causa do milagre, entre outras, é a mudança drástica de filosofia de trabalho nas indústrias japonesas, com a implementação da metodologia 5S. Apesar de muitos apontarem Ishikawa como seu criador, sua origem nunca foi comprovada de fato.

A Metodologia 5S

Os 5S e suas adaptações ao português são: seiri (senso de utilização); seiton (senso de organização); seisou (senso de limpeza); seiketsu (senso de saúde e higiene); e shitsuke (senso de autodisciplina). Mesmo tendo surgido dentro das fábricas, a metodologia 5S pode ser aplicada em qualquer local de trabalho, como, por exemplo, um escritório.

Metodologia 5s

Senso de Utilização

O senso de utilização estimula que o trabalhador só tenha por perto o aparato necessário para exercer suas funções, gerando assim menos distrações e otimizando o processo produtivo. Em um escritório, por exemplo, deixar na mesa somente as ferramentas de trabalho seria essencial. Uma agenda? Um computador? Sim. Um livro que eu estou lendo nas horas vagas? Não.

Senso de Organização

Já o senso de organização demanda que o profissional deixe cada objeto no lugar ao qual pertence – agilizando, assim, as tarefas do dia a dia. Se pensarmos em uma situação na qual eu pegue o grampeador e não o guardo depois de utilizá-lo, outra pessoa (e, quem sabe, também eu mesmo) terá maior dificuldade em encontrá-lo posteriormente. Se o tempo gasto com a procura já conta como prejuízo na produtividade, ainda devemos considerar possíveis distrações no “caminho”.

Senso de Limpeza

O senso de limpeza consiste em manter o local de trabalho limpo. A justificativa para isso é simples: as pessoas trabalham melhor quando estão confortáveis, e um ambiente sujo é sinônimo de incômodo e desconforto. Uma frase famosa atribuída a esse senso é “Mais importante do que limpar é não-sujar”, até porque o tempo que alguém gasta recolhendo o lixo dos outros colegas de trabalho de suas mesas, por exemplo, teria sido poupado se esse lixo fosse descartado no local adequado desde o início.

Senso de Saúde e Higiene

O senso de saúde e higiene se relaciona um pouco com o anterior, mas foca também em algumas outras questões. O local de trabalho tem de ser conservado a fim de evitar acidentes. Ações como garantir que todo o local esteja bem iluminado, que as máquinas estejam funcionando bem e/ou que o chão não fique molhado são exemplos disso. Em relação aos funcionários, devem cuidar da saúde física e mental, manter o bom relacionamento interpessoal com os colegas e ir arrumado ao trabalho de forma a transmitir uma imagem positiva da empresa.

Senso de Autodisciplina

Por último, temos o senso de autodisciplina, que é uma afirmação dos outros quatro. Nele, o funcionário entende seu papel na aplicação do 5S, e se policia para colocá-lo em prática no dia a dia. Assim, nenhum funcionário precisa ficar fiscalizando o outro, o que poderia deixar a metodologia cansativa e fácil de ser abandonada.

A metodologia 5S pode gerar estranhamentos a pessoas que nunca ouviram falar dela, por ser um conjunto de ações simples e que parecem óbvias de serem aplicadas. Entretanto, não é porque algo é simples de entender que necessariamente será simples de implementar. O 5S pode causar uma revolução na produtividade da sua empresa, mas o comprometimento de todos é essencial, desde o chefe até o funcionário do último escalão.

Se o Japão do século XX ensina algo para o empreendedor dos dias de hoje, é que mesmo quando o cenário parecer o pior possível, ainda sim haverá espaço para mais resultados.

 

Ainda procura ajuda para otimizar as tarefas da sua empresa e aumentar a produtividade? A Ayra Consultoria pode te ajudar! Faça um diagnóstico gratuito.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *