Ayra Consultoria

vendas

7 formas de alavancar suas vendas

Se você chegou até aqui é porque tem interesse em avançar e aumentar o número de vendas do seu negócio. Muitas empresas depois de um longo processo para captação de clientes, se deparam em um estágio de estagnação das vendas e não sabem como agir para mudar esse cenário.

Para implementar algumas dessas estratégias de vendas, é importante que algumas medidas anteriores sejam tomadas. As metas e os objetivos em cada uma das estratégias devem ser traçadas para que sejam utilizadas de forma eficiente. Além disso, é essencial que seja de conhecimento de toda equipe da empresa.

Nesse texto, você vai encontrar diversas estratégias e técnicas que vão te ajudar com as vendas.

1) Invista em Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo nada mais é do que produzir e disseminar conteúdos a fim de educar e cativar seu público sobre o seu produto ou serviço. A estratégia é baseada na confiança entre a empresa e o seu cliente, assim é importante que a marca demonstre sua intenção de ajudar o visitante. Dessa forma, essa relação é o que potencializa o consumo da marca e a faz tornar referência no mercado pelos conteúdos quando são de qualidade.

É necessário produzir conteúdo que possua relação com o seu negócio e a solução dos problemas dos clientes. O conteúdo educativo é o que vai dar a visão para o seu público de que ele precisa do seu produto ou serviço para solucionar suas dificuldades.

Além disso, assuntos diversos que seja útil para o visitante é uma outra forma de atrair audiência.

A estratégia não se baseia apenas em publicações de textos em blogs. Os conteúdos podem ser dos mais variados, além dos textos, podem ser imagens, vídeos curtos ou vídeos longos. Existem inúmeras possibilidades de informar o público sobre seus produtos e serviços ou qualquer outro assunto.

A periodicidade de publicações é um aspecto importante para essa estratégia. O cliente ficará acostuma com a rotina de divulgação de material da sua marca e a quebra de expectativa quando é diminuída a quantidade de textos, por exemplo, pode gerar uma frustração.

Assim, crie uma cronograma de postagem de acordo com sua capacidade de produção. Essa forma de manter uma periodicidade e costume no consumidor. O cronograma pode ser feito em forma de planilha, adicionando o tema, o autor, a data de publicação e o prazo para ser feita.

2) Utilize as redes sociais para aumentar suas vendas

Não dá para falar de vendas sem pensar em exposição da sua marca, e as redes sociais é um grande aliado nesse sentido. As redes sociais são canais de relacionamento muito utilizados pelas pessoas e é um espaço de grande oportunidade de vendas para o seu negócio.

Com uma comunicação mais rápida e direta, as redes sociais possibilitam uma maior aproximação e conexão com o cliente de uma maneira mais simples. A construção e manutenção de um bom relacionamento com o consumidor é um ponto chave para divulgação e do seu negócio ser visto e comentado.

A escolha da rede social que mais se adeque ao seu perfil de negócio vai depender do seu público-alvo, porque cada mídia possui características que se diferencia uma da outra. Tamanho do texto, quantidade de imagens ou vídeos são algumas preferências de público e é como determina a rede social que será implementada.

Dessa forma, existem diversas maneiras de utilizar os canais de mídia de forma eficiente. Seja com estratégias pagas ou gratuitas, a rede social é um ótimo meio de atrair e encantar usuários e com isso aumentar as vendas do seu negócio.

Formatos de publicações

Cada rede social possui uma forma de comunicação tanto visual quanto textual que vão exigir uma diferenciação na produção de conteúdo. Então, é importante estar atento a essa distinção e adequar o seu conteúdo a esses formatos para efetiva utilização das mídias.

Mídia paga

A mídia paga é uma forma de acelerar os resultados da rede, atraindo o usuário para o seu perfil de maneira mais rápida. As plataformas permitem segmentar os anúncios de maneira precisa, garantindo bons resultados das campanhas. Essa separação do público pode ser, por exemplo, por idade, cidade, hábitos, interesse, além da região de origem. É importante estar atento as métricas das campanhas e se elas estão trazendo resultados esperados.

Valorização do seu produto ou serviço

Aproveite os formatos de publicações para divulgação do seu negócio e, assim, consiga atrair novos consumidores. Outra forma de utilizar as redes sociais para aumentar as vendas é a partir da amostragem do seu produto ou serviço. Vale ressaltar que, cada tipo de publicação tem uma função distinta.

Stories: esse formato é voltado para publicações do dia a dia ou dos bastidores da empresa. Utilizá-la é uma maneira de gerar mais aproximação do cliente a sua rotina de trabalha.

Imagem: as publicações em foto podem ser feitas evidenciando diferentes perspectivas que valorizem o seu produto.

Vídeo: as publicações em vídeos são responsáveis por grande parte de retenção do usuário durante a rolagem do feed. Esse formato pode ser usado, por exemplo, para mostrar o seu produto ou serviço em execução.

3) Gere mais vendas com SEO

Se você procura uma maneira de aumentar as vendas sem um alto investimento a utilização do SEO é a escolha certa. A otimização de sites, do inglês Search Engine Optimization (SEO), é um conjunto de técnicas de otimização de sites que visam uma boa posição nos principais buscadores da internet.

A utilização dessas técnicas pode trazer diversos benefícios duradouros e econômicos para as empresas que a implementam. As palavras-chave, que possuem alto custo em anúncios, podem ser utilizadas no SEO, por exemplo, como alternativa por causa do seu alto custo. Essa estratégia é uma maneira de atrair pessoas a partir de suas dores, avaliando as palavras mais pesquisadas nos buscadores no momento.

Quando se trata de solucionar problemas, as pessoas costumam tirar suas dúvidas na internet. A pesquisa no Google é a primeira opção escolhida pela maioria. Por isso, o Google é o principal buscador para qual os sites direcionam seus esforços para implementar as técnicas de otimização.

SEO na prática

É importante saber que todo o comprometimento em manter seu site bem posicionado não é suficiente se o seu conteúdo não resolver de fato os problemas do seu usuário. O Google prioriza conteúdos que respondem a “pergunta” dos seus visitantes no momento em que digita no buscador um questionamento. Essa avaliação pode ser feita, por exemplo, pelo tempo que ele passa na sua página e se não voltou para a página do buscador. Conheça algumas das principais técnicas de SEO:

1. Velocidade de carregamento da página: o tempo que sua página carrega pode ser um incômodo para o seu usuário permanecer nela se for muito demorado. É importante estar atento ao tempo que seu site carrega, 1 segundo a mais ou menos pode determinar se o visitante continuará esperando. A ferramenta PageSpeed Insights é forma de avaliar a performance do seu site, disponibilizando também sugestões de como torná-la mais rápida.

2. Site responsivo: a adaptabilidade de sites em qualquer resolução sem distorções é outro critério de avaliação de ranqueamento. Os aparelhos móveis são os principais meio pelos quais as pessoas pesquisam hoje em dia, por isso ter o site responsivo é importante para manter o visitante nele. O Search Console é uma ferramenta que pode realizar o teste de compatibilidade por você.

3. Palavras-chave: é o que resume o tema principal de um texto. As palavras-chave são o guia de todo o SEO, é preciso realizar uma pesquisa aprofundada e bem feita para tornar o trabalho com a otimização do site mais eficiente. Utilize-a em temas de textos, títulos de página, título e subtítulo dos textos para que seja mais fácil o visitante chegar até o seu site.

4) Entenda como conseguir mais vendas com Inbound Marketing

Inbound Marketing, em português Marketing de Atração, é uma forma de pensar estrategicamente na atração dos usuários da internet para consumir o seu negócio. O principal foco dessa estratégia é a atração de visitantes ao site da empresa com o objetivo de transformá-los em leads e, por fim, em clientes.

A relação entre o consumidor e a marca é caracterizada pela comunicação bilateral, assim não é somente a empresa que passa uma mensagem. O cliente atua procurando por empresas que sejam capazes de solucionar suas dores, e é nesse ponto que o Inbound Marketing inicialmente atua.

Para entender melhor como funciona Inbound Marketing pode ser dividido em 4 partes. São elas:

Exemplificação do funil de vendas.

Atrair

A etapa inicial da estratégia de inbound, o seu objetivo é chamar atenção do usuário que procura na internet por uma empresa que solucione seus problemas. Essa atração pode ser realizada de diversas formas como, SEO (otimização de sites nos buscadores), presença nas redes sociais, anúncios pagos ou por meio de produção de conteúdo.

Converter

Após a primeira etapa, é o momento de pensar em formas de converter o visitante em lead. Assim, é importante manter um relacionamento com lead, nutrindo com conteúdos a partir, por exemplo, do email marketing ou redes sociais.

Vender

A terceira etapa é caracterizada pelo trabalho em conjunto da equipe de marketing e vendas. A primeira equipe é responsável por entregar o lead qualificado como oportunidade de venda para o segundo time. Além disso, é importante que sejam passadas informações sobre os clientes para que a equipe de vendas saiba agir de maneira correta.

Analisar

A análise é uma etapa importante para medir os resultados. Deve-se observar a contribuição de cada plataforma nas ações do Inbound Marketing. A partir disso é possível analisar as métricas de cada um dos estágios e encontrar maneiras de melhorar o desempenho.

5) Identifique personas

As personas são a chave que as empresas utilizam para determinar não só a forma de comunicação com o cliente ou potencial cliente, como tanto qual o conteúdo será disponibilizado para o mesmo. Sem personas bem definidas, uma mensagem pode ser enviada sem direcionamento e acabar sem atingindo alguém. Assim, é importante enviar uma mensagem correta para a pessoa certa a fim de garantir as vendas.

A buyer persona ou persona é definida pela representação de clientes reais de uma empresa. Com ela, é definido um conjunto de características e preferências de um perfil para que seja compreendido o comportamento de compra, quem são e o que precisam.

A persona é importante para as tomadas de decisões mais certeira de uma empresa, é o que guia todas estratégias de conteúdo e de marketing. São criadas a partir de dados reais sobre os costumes e dados demográficos dos clientes.

Para a criação de personas, é importante que seja feitas perguntas certas que incentive ao detalhamento sobre esse perfil fictício, incluindo o entendimento da sua história de vida. Assim, alguns pontos devem ser importantes:

  • Idade
  • Profissão
  • Hábitos
  • Frustrações
  • Desafios
  • Crenças
  • Hobbies
  • Estilo de vida
  • Frequência de compra
  • Quais mídias preferem
  • Quais tecnologias utiliza
  • Quem os influencia

Não há limite para o detalhe da sua persona, porém é importante focar nos pontos os quais são essenciais para o sucesso da sua estratégia. Além disso, a quantidade de personas vai depender de quanto é o seu investimento para sua estratégia, limite um número ideal de acordo com os recursos que você possui.

6) Entenda a jornada de compra do seu cliente

Quantas vezes você não recebeu uma ligação de uma empresa e se sentiu incômodo como a atendente estava “empurrando” os serviços do local onde trabalha. Talvez você e a atendente não estavam alinhados sobre o seu momento no processo de vendas do negócio.

Entender a jornada de compra do seu cliente é um importante para saber em qual etapa do percurso até a compra o potencial cliente encontra-se. A partir desse entendimento fica mais fácil definir quais estratégias de comunicação ou conteúdo serão encaminhadas de maneiras eficaz.

Para compreender a ferramenta, a jornada de compra pode ser dividida em quatro partes principais, cada uma delas diferencia o momento de potenciais clientes e é o que vai determinar as estratégias do seu negócio durante as vendas.  São elas:

Descoberta e aprendizado

Nessa etapa o cliente desconhece que há um problema.

Reconhecimento do problema

Na segunda fase o consumidor já entendeu que tem um problema. Assim, é importante que você desperte ainda mais uma necessidade de solucioná-lo.

Consideração da solução

A próxima etapa é quando o potencial cliente entende o problema e agora quer soluções. Nesse momento, você apresenta para ele que a solução é seu produto ou serviço.

Decisão de compra

Ao final do percurso chega o momento mais esperado: a compra. Agora você deve voltar seus esforços para apresentar os seus serviços ou produtos e como eles se destacam da concorrência.

Agora que você entendeu a importância de compreender a jornada do seu cliente, não perca tempo e crie um mapa. O mapa da jornada é um documento que reúne as informações sobre os caminhos por essas etapas que foram detalhadas acima. Com esse documento é possível determinar por exemplos quais canais e como será disponibilizado os conteúdos para atrair novos clientes e entender quais sentimentos dos clientes no momento de contato com seu negócio e montar um plano de ação para tornar a experiência ainda melhor.

7) Utilize o e-mail marketing

A utilização do disparo de e-mail marketing nas estratégias de conversões ainda é responsável por considerável aumento das vendas dos negócios que o utilizam. A estratégia possui a forma muito direta de comunicação com os clientes.

Os emails enviados devem estar segmentados para que não seja ineficiente o uso dessa estratégia. O disparo precisa ser alinhado com os indicativos de interesse do lead. Assim, é possível nutrir com o assunto de sua preferência até que se torne interessado em seus produtos ou serviços.

Muitas empresas utilizam de maneira errada, o que torna essa ferramenta mal visto por muitas pessoas. Por isso, é importante ter cuidado com a frequência de disparo de emails. Altas quantidades de emails podem ser marcados como spam, o que pode manchar a imagem do seu negócio. Dessa forma, uma maneira de melhor organizar e ter mais controle do envio é a partir de um calendário personalizado com as informações precisas sobre a estratégia.

Tipos de email marketing

Newsletter

O email da newsletter é enviada para toda lista de contatos ou para a lista que demonstrou interesse em receber o conteúdo. A característica principal desse tipo de email é a variedade de conteúdo, atingindo os leads em todas as etapas do processo de vendas.

Email promocional

Esse segundo tipo tem o intuito de oferecer a oferta seja do conteúdo ou do produto de fato. A vantagem desse em relação ao primeiro é pela segmentação mais precisa, a mensagem certa é enviada a pessoa certa.

Email transacional

Emails transacionais são aqueles enviados automaticamente como resposta a uma ação do usuário. Por exemplo, se um cliente clicou inscreveu para receber um material é enviado a ele pelo email. Esse tipo de email pode ser utilizado como estratégia de conversão secundária como, por exemplo, fazer download de um material complementar.

Email especial

Uma outra forma de utilizar o email marketing é pelo envio em datas especiais. O email especial é uma estratégia personalizado do disparo de emails com parabenização ou datas comemorativas, por exemplo.

Conclusão

Assim, é possível compreender que são imensas as possibilidades para aumentar as vendas de um negócio. Então, fique atento para aquela que mais se encaixa ao seu público e perfil de empresa. Gostou do conteúdo?  Continue acompanhando nossas redes sociais para aprender mais sobre como aumentar as vendas do seu negócio. Entre em contato com a gente para agendar seu diagnóstico gratuito e veja a melhor solução para sua empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *