Ayra Consultoria

DRE: descubra o que é e como realizar

Primeiramente, você já ouviu falar de DRE? Todo final de ciclo é a mesma coisa nos escritórios e nos departamento de contabilidade: confrontar lançamentos, conferir diários, balancetes e demais documentos para fechar os famosos relatórios contábeis!

Mesmo se você não for conhecedor profundo do ramo de negócios, quem dirá de finanças empresariais, com certeza já ouviu as seguintes expressões:

Meu negócio é muito lucrativo!

Só tive prejuízos nessa temporada!

Preciso urgentemente cortar custos! Por isso que o meu negócio não anda!

As grandes perguntas que ficam são: você sabe, com confiabilidade, se seu negócio está sendo lucrativo ou não?  Quais são as despesas que estão impactando diretamente seu resultado? O dinheiro que está em caixa revela sobre a lucratividade do seu negócio? Você saberia diferenciar Caixa de Resultado com segurança? Você sabe o que exatamente é a famosa Demonstração de Resultado do Exercício? Caso não tenha segurança ao responder alguma dessas perguntas, fique tranquilo! Isso porque o presente artigo tem como objetivo lhe apresentar a DRE.

Definição

Essa demonstração em específico é uma organização, de forma simples e lógica, dos recursos financeiros que foram gerados pela atividade da empresa. Assim como o montante gasto para que ele fosse possível. Isso porque é feito durante um determinado período de tempo, geralmente um ano: o chamado exercício social. As receitas são somadas e os custos e despesas são subtraídos, gerando assim, o resultado. Dessa forma, esse pode ser um lucro, se for positivo. Por outro lado, pode ser um prejuízo, se for negativo. Nesse sentido, de forma simplificada ficaria:

Resultado = Receitas – Custos – Despesas = Lucro/Prejuízo

O que são receitas?

As receitas são divididas basicamente em quatro grupos no DRE. Nesse sentido, existem as receitas operacional bruta, também conhecida como faturamento, e operacional líquida. Além disso, também tem as receitas financeiras e outras.

A bruta é a soma de todos os itens que foram comercializados ou dos serviços que foram prestados durante aquele período. Assim, serão diminuídos dessa receita todos os custos, as despesas e as deduções. Portanto, a receita líquida é o resultado da subtração da bruta das chamadas deduções, que veremos mais a frente.

As financeiras são todos os ganhos que a empresa teve quando terceiros utilizaram seus recursos, como: os rendimentos de aplicações em títulos, as ações, as multas e os juros decorridos por conta de atraso de clientes. Por isso, em outras receitas, ficarão contabilizados aqueles ganhos que são resultado de outras atividades. Essas, por outro lado, não serão continuadas como ganhos residuais na venda de imobilizados, receitas com aluguéis de imóveis, etc.

O que são deduções da receita?

Existem certos eventos que reduzem o valor da receita da empresa e são destacados da Demonstração de Resultado. Eles são, por exemplo: a devolução de vendas, os abatimentos, os descontos e os impostos que incidem diretamente sobre a venda.

Ademais, as devoluções são as vendas canceladas daquele determinado período. Caso ocorram as de períodos anteriores, eles não serão computados como deduções e sim como despesas.

Os descontos são as reduções de preço concedidas ao cliente durante a venda. Eles são destacados na nota fiscal e tal ação é importante pois permite saber o quanto de descontos estão sendo oferecidos aos clientes.

Os abatimentos se diferenciam dos descontos porque, apesar de serem reduções no valor pago pelo cliente, acontece depois que a venda já foi feita. São feitos para amenizar prejuízos como problemas na mercadoria ou insatisfação com o serviço, os atrasos ou outros fatores. Dessa forma, outra diferença se dá no pagamento de impostos: nos descontos, na base de cálculo para recolhimento de impostos será o valor da venda com o desconto. No caso dos abatimentos, não! Isso porque é uma ação posterior, o imposto já foi computado na venda, logo não haverá reduções.

Por fim, quanto aos impostos, via de regra o ISS é registrado no momento da venda como dedução da receita bruta.

Custo do Produto Vendido x Serviço Prestado x Mercadoria Vendida

O custo é o consumo de ativos na produção de um bem, na prestação de serviço ou na venda de mercadoria. Ele é, dessa forma, muitas vezes confundido com as despesas. Contudo, por estar interligado diretamente à produção, recebe destaque. No caso de empresas que vendem mercadorias, os custos estão relacionados diretamente aos estoques, representando a saída deles. Por outro lado, nas empresas que produzem diretamente o bem ou presta o serviço, estão ligados à matéria-prima, mão-de-obra direta e custos indiretos de fabricação.

Despesas Operacionais

Primeiramente, as despesas operacionais são aqueles gastos, que se diferenciam dos custos. Dessa forma, elas são divididas geralmente em cinco grupos: as despesas de vendas, de administração, de financeiro e de impostos.

As de vendas são aquelas decorrentes de esforços com promoções, comissões da venda, propaganda e publicidade, distribuição, etc. As administrativas relacionam-se, como sugere o nome, aos gastos para gerir o negócio. Nesse sentido, gastos com o aluguel, as despesas usuais como luz, água, telefone e internet, os salários do pessoal administrativo, etc. Por outro lado, as despesas financeiras são aqueles gastos que acontecem quando a empresa consome recursos de terceiros, como os juros para remunerar empréstimos e financiamentos, as despesas com bancos, etc. Por fim, outras despesas são aquelas que são resultado de outras atividades da empresa que não serão continuadas como perda em vendas, perdas causadas por incêndios, acidentes e inundações e etc. Os impostos são tributos de pagamento obrigatório ao fisco que consomem diretamente a receita ou o lucro.

Resultado

O resultado aparece em três momentos no DRE: no bruto, também chamado de lucro bruto; no de antes do financeiro; no anterior aos impostos e no líquido. Contudo, esses podem ser positivos, chamados de lucro, ou negativos, chamados de prejuízos.

Modelo simplificado de DRE

Demonstração do Resultado do Exercício
Receita Operacional Bruta
(-) Deduções de Receita
Impostos incidentes da venda
Devoluções e Abatimentos
(=) Receita Operacional Líquida
(-) Custos
(=) Resultado Bruto
(-) Despesas Operacionais
As Despesas com Vendas
As Despesas Administrativas
Outras Receitas e Despesas
(=) Resultado antes do Resultado Financeiro
(+/-) Receitas e Despesas Financeiras
(=) Resultado antes dos impostos
(-) Impostos
(=) Lucro Líquido / Prejuízo

Como registrar as receitas, as despesas, os custos e os resultados?

Para os relatórios contábeis, existe a regra de registro assim que acontece o fato. Por exemplo: sua empresa vendeu uma mercadoria a prazo e esse pagamento só será realizado daqui a três meses. Essa venda, mesmo se não houver o pagamento no ato, será registrada no DRE assim que acontecer. O mesmo ocorre para despesas. Isso porque, se a empresa pagar apenas em julho uma conta de luz de fevereiro, essa despesa estará registrada neste. Essa forma de registro chamamos de competência. Quando acontece o pagamento e o recebimento de dinheiro, movimenta-se uma conta muito importante chamada Caixa!

Além disso, existe um segundo relatório contábil chamado Fluxo de Caixa em que os registros acontecem exatamente nesse momento e tem uma finalidade diferente do DRE. A essa segunda forma de registro, chamamos de regime de caixa. Por isso, por mais que exista um montante considerável de dinheiro OU NÃO em caixa, não significa que o negócio está sendo lucrativo. Portanto, o lucro deve ser dimensionado com o DRE e o Caixa com o Fluxo de Caixa.

Conclusão

A Ayra Consultoria tem projetos especializados na estruturação de relatórios financeiros em sua empresa de forma gerencial. Além disso, ela também realiza trabalhos baseados nas tomadas de decisão a partir dessas análises.

Portanto, se você tem interesse em realizar um diagnóstico gratuito para o seu empreendimento, basta entrar em contato. Além disso, nós também temos um canal no Telegram em que compartilhamos diversos textos e informações pertinentes ao seu negócio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *