Como encontrar seus primeiros clientes?

Como encontrar seus primeiros clientes?

Ao começar um empreendimento, é fundamental definir o produto ou serviço a ser oferecido e encontrar o público-alvo ideal para ele. Para tanto, é necessário realizar uma análise e pesquisa compreensiva que permitam identificar o nicho que a empresa deve buscar atingir de modo mais impactante.

Como realizar a análise?

A condução da análise pode ser feita de dois modos: com um foco quantitativo e qualitativo.

O primeiro método, frequentemente utilizado para identificar o público-alvo de empreendimentos B2C ou com maior facilidade de prospecção, consiste em realizar pesquisas por meio de questionários direcionados ao público em geral. Assim, essas pesquisas visam compreender as características de interesse do público em relação ao produto ou serviço em questão. Outro método consiste em associar campanhas de anúncios aos sites e perfis do empreendimento, o que possibilita a obtenção de relatórios demográficos das plataformas. Esses relatórios fornecem informações valiosas sobre o público-alvo atingido, permitindo a visualização e obtenção de insights relevantes.

O segundo, mais voltado a empreendimentos B2B ou de público menos facilmente prospectado, costuma ser conduzido por meio de entrevistas qualitativas 1:1, voltadas à validação do produto ou serviço ofertado. A realização dessas entrevistas permite a extração de informações de valor que permitem concluir quais os pontos focais do negócio para seu público e quais as dores que espera sanar. Com a condução das entrevistas e extração de informações, permite-se a obtenção de insights essenciais à melhoria contínua dos serviços da empresa. Para que o método atinja o objetivo desejado de modo assertivo, é imprescindível que os entrevistados sejam o mais qualificados possível, ou seja, enquadrem-se ao máximo no público desejado pelo empreendedor.

Como definir o público a partir da análise?

Realizada a análise, permite-se, por meio de diversas ferramentas estratégicas, a identificação do cliente “ideal” para o negócio e quem ele é. Além disso, possibilita-se o mapeamento de suas dores e demandas referentes ao produto e serviço ofertados. Dessa forma, dentre as ferramentas citadas, destacam-se duas: a Buyer Persona e o Jobs to be Done, para cada um dos objetivos citados.

A primeira, por meio da contemplação das características mais comuns percebidas na análise conduzida, as personifica em um cliente ideal para o negócio. Sendo assim, esse cliente fictício, tal qual um real, tem dores, desejos, metas e receios em relação ao produto e como ele se insere em seu dia a dia. Considerando que a Persona é uma personagem criada a partir dos dados coletados, é necessário que esses sejam os mais específicos possíveis, bem como assertivos, de modo que sejam extraídas as informações de maior valor. Com isso, permite-se criar uma persona mais fidedigna a um cliente real do negócio e idealmente por ele captado.

Somado a isso, voltando-se às expectativas dos clientes quanto ao empreendimento, pode-se utilizar a metodologia de Jobs to be Done. Desse modo, essa metodologia visa, por meio de 3 óticas (funcional, social e emocional), compreender quais são os anseios do cliente em relação ao produto/serviço. Logo, a realização dessa análise permite compreender como o cliente espera que o negócio o auxilie em seu dia a dia, em sua relação com terceiros e, também, consigo próprio.

A partir disso, como abordá-los?

A condução das metodologias e ferramental descritos acima permite a elaboração mais assertiva de estratégias de marketing para o negócio. Além disso, possibilita a criação de práticas de venda mais empáticas e alinhadas à realidade dos clientes. Caso tenha se interessado em buscar estrategicamente seu público, não hesite em marcar um diagnóstico gratuito com nossos especialistas em análise e estratégias de mercado. Agende já!

Contato

Peça o seu diagnóstico gratuito e saiba como evoluir sua empresa

Outras postagens

Antes de um usuário virar cliente existe um caminho extenso. Por isso, é de extrema

A importância do User Experience (UX) Antes de um usuário virar cliente existe um caminho

A importância da integração entre os membros de uma empresa A integração entre os membros

Ferramentas para conhecer as tendências do seu setor Entender o que está em alta no

A importância da segmentação de leads Uma das partes mais importante do processo de venda

A importância de atrair clientes pelo encantamento Em um mercado crescentemente competitivo, destacar-se com um