O Onboarding para a organização da sua empresa

O Onboarding para a organização da sua empresa

O que é um Onboarding?

O onboarding é o processo de integração de um novo membro em uma organização, seja um funcionário, cliente ou parceiro. Assim, é uma etapa crucial para garantir que a transição seja suave e que o novo membro se sinta acolhido, orientado e preparado para contribuir efetivamente.

O onboarding vai além de apenas fornecer informações básicas. Dessa maneira, é um processo abrangente que visa criar um ambiente positivo, estabelecer expectativas claras, fornecer treinamento e suporte necessários, e ajudar o novo membro a se sentir parte da equipe e a entender sua função e responsabilidades.

 

 

Por que ter um Onboarding?

Em primeiro lugar, o onboarding é uma prática essencial para qualquer organização, independentemente do seu tamanho ou setor. Aqui estão alguns motivos pelos quais ter um onboarding eficaz é fundamental:

1) Retenção de Talentos e Redução da Rotatividade:

Segundo uma pesquisa feita pelo Brandon Hall Group, as companhias que apresentam um onboarding bem-estruturado aumentam a taxa de retenção de funcionários em até 82%, ou seja, um bom programa de onboarding ajuda a reter talentos. Quando os novos membros se sentem bem-vindos, apoiados e preparados para o trabalho, eles tendem a se engajar e permanecer na organização por mais tempo. Um processo de integração adequado reduz a taxa de rotatividade, o clima de instabilidade e o custo associado à contratação e treinamento de novos funcionários.

2) Produtividade mais Rápida:

Ao fornecer as informações e treinamentos necessários desde o início, o onboarding acelera o tempo necessário para que o novo membro se torne produtivo. Ao compreender todas as particularidades do seu cargo, o novo colaborador comete menos erros e, em poucas semanas, pode atingir o mesmo desempenho de um veterano. Isso reduz o período de adaptação e contribui para um retorno do investimento mais rápido no novo talento. Além disso, o aumento do nível de produtividade também pode ser sentido no restante do time, haja visto que os demais profissionais não terão que parar as suas atividades para tirar as dúvidas do novato ou ajudá-lo em suas tarefas.

3) Engajamento e Satisfação:

Ademais, um onboarding bem estruturado cria um ambiente positivo e acolhedor para o novo membro. Isso ajuda a estabelecer uma conexão emocional com a organização, aumentando o engajamento e a satisfação no trabalho. Quando os novos membros se sentem valorizados e integrados, eles têm maior probabilidade de serem produtivos e contribuírem de forma significativa para o sucesso da empresa.

4) Cultura Organizacional:

O onboarding oferece uma oportunidade de introduzir a cultura organizacional aos novos membros. Isso inclui os valores, missão, visão, normas e comportamentos esperados. Uma compreensão clara da cultura organizacional permite que os novos membros se alinhem aos objetivos e expectativas da empresa, promovendo a coesão e colaboração.

 

Como Montar um Onboarding?

Em contrapartida, montar um onboarding eficaz requer planejamento e consideração cuidadosa dos seguintes elementos:

1) Crie um cronograma:

Primeiramente, o cronograma dita o que vai ser abordado no processo de onboarding, reservando espaço para imprevistos e quaisquer problemas que o novo membro venha a ter. É importante que o cronograma seja assertivo para que o colaborador não fique tempo demais em onboarding, diminuindo a capacidade produtiva da empresa, nem tempo de menos a ponto de estar muito “cru” para desempenhar a sua função.

2) Preparação Antecipada:

Em segundo lugar, comece o processo de onboarding antes do primeiro dia do novo membro. Envie informações úteis, como manuais, formulários e detalhes sobre o primeiro dia de trabalho. Isso ajuda a reduzir a ansiedade e permite que o novo membro se sinta mais preparado para começar.

3) Boas-Vindas e Introdução:

No primeiro dia, ofereça uma recepção calorosa ao novo membro. Por exemplo, apresente-o à equipe e forneça uma visão geral da empresa, incluindo sua história, missão e valores. Mostre entusiasmo e demonstre que a organização está animada em tê-lo a bordo.

4) Informações Básicas:

Forneça as informações básicas necessárias para que o novo membro comece a trabalhar. Dessa maneira, isso inclui detalhes sobre o local de trabalho, horários, políticas e procedimentos, benefícios e recursos disponíveis. Certifique-se de que ele tenha acesso a todas as ferramentas e tecnologias necessárias para desempenhar suas funções.

5) Treinamento e Mentoria:

Ofereça treinamento adequado para que o novo membro adquira as habilidades e conhecimentos necessários para o trabalho. Isso pode incluir treinamento técnico, treinamento em soft skills e oportunidades de sombra ou mentoria com membros experientes da equipe. O treinamento deve ser estruturado e adaptado às necessidades individuais.

6) Estabelecimento de Metas e Expectativas (KPI’s):

Defina metas claras e realistas para o novo membro. Explique suas responsabilidades, objetivos e expectativas de desempenho. Nesse contexto, é recomendável estabelecer KPIs, ou seja, métricas para mensurar o desempenho do colaborador. Com isso, é mais fácil alinhá-lo com os objetivos da empresa.

7) Acompanhamento e Feedback:

Mantenha um acompanhamento regular do progresso do novo membro. Forneça feedback contínuo e apoio para ajudá-lo a se desenvolver e a se ajustar ao novo ambiente. Estabeleça um canal aberto de comunicação para que ele possa fazer perguntas, compartilhar preocupações e obter orientação.

8) Avaliação e Ajustes:

Periodicamente, avalie a eficácia do processo de onboarding e faça os ajustes necessários com base no feedback dos novos membros e da equipe, as melhores pessoas para avaliar o seu processo do onboarding são as que o estão vivenciando ou as que estão sendo impactadas por ele. A melhoria contínua do onboarding garantirá que ele permaneça relevante e eficaz ao longo do tempo.

 

Em suma, o onboarding é uma etapa fundamental para garantir uma integração eficaz de novos membros em uma organização. Ele promove a retenção de talentos, acelera a produtividade, aumenta o engajamento e ajuda a estabelecer uma cultura organizacional forte. Consequentemente, ao montar um onboarding, é importante planejar com antecedência, fornecer uma recepção calorosa, oferecer treinamento adequado, estabelecer expectativas claras e acompanhar o progresso do novo membro. Por isso, investir em um onboarding eficaz resultará em benefícios significativos para a organização e para os novos membros. Assim, para a criação de um processo de onboarding personalizado para as características da sua empresa, entre em contato com nosso time de especialistas e marque já sua reunião diagnóstico 100% gratuita. 

Contato

Peça o seu diagnóstico gratuito e saiba como evoluir sua empresa

Outras postagens

Antes de um usuário virar cliente existe um caminho extenso. Por isso, é de extrema

A importância do User Experience (UX) Antes de um usuário virar cliente existe um caminho

A importância da integração entre os membros de uma empresa A integração entre os membros

Ferramentas para conhecer as tendências do seu setor Entender o que está em alta no

A importância da segmentação de leads Uma das partes mais importante do processo de venda

A importância de atrair clientes pelo encantamento Em um mercado crescentemente competitivo, destacar-se com um