Exemplos práticos de ESG

Exemplos práticos de ESG

Exemplos práticos para pequenas e médias empresas

Como falamos antes, não são só as grandes empresas que podem se beneficiar ao trazer o ESG para a rotina. Além disso, o tamanho do impacto não precisa ser gigantesco para que o percebam. Pequenos exemplos práticos de ESG já podem mostrar aos clientes que seu negócio se importa com o impacto causado na sociedade. A seguir, daremos exemplos de práticas que para se adotar em cada uma das 3 áreas relevantes:

Ambiental:

Neste tema, as palavras chave são diminuição de emissões de carbono e da geração de lixo. A transição para produção sustentável, com menor uso de água, plásticos (principalmente os de uso único) e combustíveis fósseis é só um dos exemplos. A instalação de placas solares é um investimento que, além de sustentável, no longo prazo traz custos menores em relação à energia. Principalmente numa situação de crises hídricas mais frequentes no país. Além disso, o cuidado com a separação do lixo para reciclagem é outra ação que combate a criação de resíduos e sua consequência negativa.

Social:

Muitos tópicos podem ser falados neste tema, como remuneração justa, garantias trabalhistas, diversidade e inclusão, além de igualdade de gênero. Processos seletivos voltados para aumentar a diversidade, palestras para tornar a cultura da empresa mais inclusiva e ações sociais (como mutirões de doação de sangue e destinação de parte do lucro de vendas a causas sociais). Elas desenvolvem o pessoal e o profissional dos colaboradores em conjunto com o da organização.

Governança:

Como as práticas ESG são relacionadas, além das citadas acima, é possível ter também como objetivo, líderes adaptados entre si e com perfis diversos, práticas éticas e transparentes, planos de metas a curto e longo prazo aliados a gestão de risco, processos bem arquitetados e, para que toda a agenda seja viável, um bom planejamento financeiro.

Recomendamos que todas as ações sejam desenvolvidas junto de um plano de marketing, com o objetivo de informar todos os interessados na empresa (investidores, clientes, colaboradores, parcerias e muitos outros), aumentando assim o alcance das ações. Além disso, é importante não só focar na redução de danos aos setores aqui mencionados. Mas pensar também na geração de valor para tais, já que estes com certeza impactarão pessoas e trarão uma visão positiva da marca.

Conclusão

Finalmente, nossa última recomendação sobre o tema é também uma das mais importantes: Cuidado com o Socialwashing! Resumindo, o termo remete a empresas que usam de pautas sociais apenas para aumentarem os lucros com uma imagem falsa de preocupação com os temas. Por mais que essas ações possam trazer algum benefício à curto prazo, no longo prazo a reputação da empresa (principalmente no mundo ultraconectado das redes sociais) pode acabar prejudicada. Desfazendo todos os benefícios trazidos por uma preocupação real com o ESG.

Para evitar que isto ocorra, é importante ter um planejamento estratégico, com metas de curto, médio e longo prazo de adaptação do processo produtivo, como a escolha de fornecedores preocupados com a procedência de seus produtos e seu impactos ambientais e sociais, programas de fomento da diversidade em todos os níveis de colaboradores e manter práticas de mercado que respeitem o direito à concorrência e combatam a corrupção. Lembre-se: uma mudança no marketing sem uma mudança na cultura da empresa será vista com ceticismo, minando os resultados positivos que as ações de ESG podem trazer!

Este texto é o primeiro de uma série de conteúdos trazidos pelo Núcleo de Responsabilidade Socioambiental da Ayra Consultoria, criado com o objetivo de trazer conhecimento e inovação na área para a empresa e para o público, criando conscientização e cumprindo nossa missão de formar lideranças empreendedoras por meio de projetos que desenvolvem a sociedade. Continue nos acompanhando para mais conteúdo sobre empreendedorismo, responsabilidade social e muitos outros temas!

Contato

Peça o seu diagnóstico gratuito e saiba como evoluir sua empresa

Outras postagens

Antes de um usuário virar cliente existe um caminho extenso. Por isso, é de extrema

Antes de um usuário virar cliente existe um caminho extenso. Por isso, é de extrema

Antes de um usuário virar cliente existe um caminho extenso. Por isso, é de extrema

Antes de um usuário virar cliente existe um caminho extenso. Por isso, é de extrema

A importância do User Experience (UX) Antes de um usuário virar cliente existe um caminho

A importância da integração entre os membros de uma empresa  A integração entre os membros